Última hora

Última hora

Itália: Presos neofascistas suspeitos de planear ataques durante a época de Natal

A polícia italiana anunciou a prisão de 14 neofascistas suspeitos de planear ataques contra alvos políticos e da magistratura, uma ação que envolvia

Em leitura:

Itália: Presos neofascistas suspeitos de planear ataques durante a época de Natal

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana anunciou a prisão de 14 neofascistas suspeitos de planear ataques contra alvos políticos e da magistratura, uma ação que envolvia uma dezena de assassinos coordenados.

Os detidos pertencem a um grupo de uma organização de extrema-direita banida, a Ordine Nuovo.

Dois anos de investigação, de escutas telefónicas e um polícia infiltrado, revelaram que o grupo começou a armazenar armas e planeava realizar ataques no Natal.

“Existe uma estrutura, a procuradoria nacional anti-máfia, que tem todos os instrumentos e potencialidade para levar a cabo este tipo de ações”, sublinhou Fausto Cardella, procurador-geral de L’Aquila.

O grupo pretendia assassinar responsáveis políticos, fazer explodir a sede da Equitalia, a agência responsável pela cobrança de impostos e atacar esquadras de polícia.

A organização Ordine Nuovo, fundada em 1956 com o objetivo de relançar o fascismo no país, foi acusada de vários ataques nos anos de 1970 tendo sida dissolvida pelo governo italiano em 1973.