Última hora

Última hora

Nicarágua lança a obra do Grande Canal

O Grande Canal da Nicarágua também deve ligar o oceano Atlântico e o Pacífico. Estima-se que seja mais longo, mais largo e mais profundo que o vizinho panamenho.

Em leitura:

Nicarágua lança a obra do Grande Canal

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da longa polémica o governo da Nicarágua e o consórcio internacional liderado por uma empresa chinesa lançaram a primeira pedra do canal que vai rivalizar e superar em cumprimento o do Panamá.

Point of view

Teremos maiores possibilidades de erradicar completamente a pobreza extrema e a pobreza.

O Grande Canal da Nicarágua também deve ligar o oceano Atlântico e o Pacífico, e estima-se que seja mais longo, largo e profundo que o vizinho panamenho.

Com inauguração prevista para 2020, a estrutura contará com 278 quilómetros de extensão, três vezes mais que o Canal do Panamá, e a previsão inicial é de que custe 50 mil milhões de dólares.

Nas proximidades haverá dois portos, um aeroporto, um centro turístico e um parque industrial.

O presidente Daniel Ortega declarou que com esta obra terão “maiores possibilidades de erradicar completamente a pobreza extrema e a pobreza.”

Mas, além de grandioso e promissor, o projeto está envolto em polémica e enfrenta a resistência de grupos ambientalistas, nacionalistas e comunidades locais.

Nos últimos três meses foram realizados pelo menos 15 protestos contra o Canal em várias partes da Nicarágua, a maioria liderados por populações afetadas pelas obras.