Última hora

Última hora

Estado Islâmico diz ter executado um dos reféns japoneses

Governo japonês tenta confirmar a alegada execução de um dos reféns capturados pelo Estado Islâmico. Trata-se de Haruta Yukawa, de 42 anos, um dos

Em leitura:

Estado Islâmico diz ter executado um dos reféns japoneses

Tamanho do texto Aa Aa

Governo japonês tenta confirmar a alegada execução de um dos reféns capturados pelo Estado Islâmico.

Trata-se de Haruta Yukawa, de 42 anos, um dos japoneses nas mãos do grupo terrorista. Os jihadistas pediram 200 milhões de dólares ao Japão, em troca dos reféns, o prazo para o pagamento do resgate terminou na passada sexta-feira.

O vídeo foi enviado pelos terroristas, às autoridades de Tokio, que também terão enviado uma cópia à mulher da vítima.

Depois de uma reunião de emergência, o governo japonês diz que não vai poupar esforços nesta luta e para recuperar o outro refém – o jornalista Kenji Goto.

Kenji, de 47 anos, terá sido até agora poupado pelo Estado Islâmico e há a informação que foi divulgado um ficheiro áudio, na internet, no qual Kenji confirma a alegada execução de Haruta. Já existe um movimento comparado ao “Je suis Charlie”, a exigir a libertação do jornalista.