Última hora

Última hora

Ian Fleming também escreveu para crianças

Em leitura:

Ian Fleming também escreveu para crianças

Tamanho do texto Aa Aa

Ian Fleming ficou para a história como o criador do espião James Bond mas o escritor britânico também fez uma incursão bem- sucedida no mundo da

Ian Fleming ficou para a história como o criador do espião James Bond mas o escritor britânico também fez uma incursão bem- sucedida no mundo da literatura infantil.

O livro “Chitty-Chitty Bang Bang” retrata as peripécias de um carro de corrida e foi escrito durante uma estadia no hospital, após um ataque cardíaco.

“Chitty baseia-se parcialmente num carro verdadeiro chamado
Chitty-Chitty-Bang-Bang. É daí que vem a inspiração. O carro era feito com peças de aviões da primeira guerra mundial. O facto de o Chitty se ter tornado num carro voador é interessante porque o motor do carro original vinha de um avião”, explicou Kate Grimond, sobrinha do escritor.

Depois de terminar o livro, Ian Fleming pediu a John Burningham para criar o visual do carro de modo a ilustrar a história. O protótipo final foi apresentado em 1963.

“Só me encontrei com ele uma vez. Estava à espera que ele fizesse várias exigências, na verdade só fez duas. A primeira foi mudar a placa de umas bombas de gasolina em frente de uma garagem. A segunda foi colocar uma publicidade de tabaco, numa imagem de Paris”, disse Burningham.

A obra acabou por ser publicada, já depois de o escritor ter morrido em 1964.

O sucesso do livro levou à produção de uma versão musical, que foi nomeada para o Óscar de melhor canção original.