Última hora

Última hora

Strauss-Kahn irrita-se contra acusação

Absurdo!” Dominique Strauss-Kahn elevou o tom, esta quarta-feira, segundo dia de audiência no Tribunal Criminal de Lille, indignado com o facto de

Em leitura:

Strauss-Kahn irrita-se contra acusação

Tamanho do texto Aa Aa

Absurdo!” Dominique Strauss-Kahn elevou o tom, esta quarta-feira, segundo dia de audiência no Tribunal Criminal de Lille, indignado com o facto de as suas práticas sexuais poderem ser consideradas como prova de proxenetismo agravado, acusação a que responde.

Quatorze pessoas comparecem na qualidade de réu neste processo que visa somente apurar se as mulheres presentes nas festas libertinas de Strauss-Khan eram prostitutas e se este tinha conhecimento desse facto.

Treze dos réus comparecem por proxenetismo agravado, um décimo quarto por delitos financeiros. O ex-chefe do FMI, de 65 anos, pode ser condenado a até dez anos de prisão e a uma multa 1.500.000 € se forem provadas as acusações. O veredicto dever revelado no final do processo previsto para 20 de Fevereiro.