Última hora

Última hora

Birdman voa para o Óscar de melhor filme

Uma noite cheia de emoções foi a que se viveu em Hollywood, na 87ª edição dos Óscares, e foi “Birdman – A Inesperada Virtude da Ignorância”, que

Em leitura:

Birdman voa para o Óscar de melhor filme

Tamanho do texto Aa Aa

Uma noite cheia de emoções foi a que se viveu em Hollywood, na 87ª edição dos Óscares, e foi “Birdman – A Inesperada Virtude da Ignorância”, que acabou galardoado com o prémio de melhor filme. Uma película de Alejandro González Iñárritu, com Michael Keaton no papel principal e Edward Norton, no papel secundário. O filme conta a história de um ator decadente, que no passado teve sucesso ao interpretar um personagem chamada Birdman e que é assombrado por essa personagem, como se se trata-se de uma gémeo, de um sósia, de uma sombra.

Eddie Redmayne, em “A Teoria de Tudo” venceu o Óscar de melhor ator. Um prémio merecido pelo seu desempenho fenomenal no filme baseado na biografia de Stephen Hawking. Ao ator de 33 anos juntou-se a veterana Julianne Moore que, com o seu desempenho em “O Meu Nome é Alice”, um filme sobre uma mulher de 50 anos a quem é diagnosticada a doença de Alzheimer, venceu o galardão de melhor atriz.

Vencedores principais categorias:

MELHOR FILME:
Birdman – A Inesperada Virtude da Ignorância

MELHOR ATOR:
Eddie Redmayne, em A Teoria de Tudo

MELHOR ATRIZ:
Julianne Moore, em O Meu Nome é Alice

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO:
J.K. Simmons, em Whiplash – Nos Limites

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA:
Patricia Arquette, em Boyhood

MELHOR FILME ESTRANGEIRO:
Ida

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL:
Glory, de Selma (John Stephens e Lonnie Lynn)

MELHOR BANDA SONORA:
Grand Hotel Budapest (Alexandre Desplat)

MELHORES EFEITOS ESPECIAIS:
Interstellar