Última hora

Última hora

Eurogrupo diz à Grécia que "não há tempo a perder"

“Não há mais tempo a perder”; foi esta a mensagem deixada pelo presidente do Eurogrupo, na reunião de ministros das Finanças da Zona Euro em

Em leitura:

Eurogrupo diz à Grécia que "não há tempo a perder"

Tamanho do texto Aa Aa

“Não há mais tempo a perder”; foi esta a mensagem deixada pelo presidente do Eurogrupo, na reunião de ministros das Finanças da Zona Euro em Bruxelas, centrada na Grécia.

Atenas e os credores internacionais começarão já na quarta-feira as discussões técnicas, com o objetivo de desbloquear um novo financiamento.

Jeroen Dijsselbloem deixou claro: está disposto a “considerar um desembolso faseado, como já foi feito noutros programas”, mas só quando houver “primeiro um acordo global e, segundo, a implementação [das medidas] estiver em curso”.

O Eurogrupo considera, nomeadamente, que a Grécia já deveria ter começado a trabalhar com a União Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional.

O ministro grego das Finanças defende que “não houve um desperdício de tempo, por parte do governo [de Atenas]. Desde 24 de fevereiro, o executivo tem estado a trabalhar e iniciou o processo, não só de governar, como de elaborar as reformas a propor”.

O acordo estabelecido no fim de fevereiro prevê que Atenas apresente uma lista de reformas para validação por parte dos credores internacionais até ao fim de abril, para obter sete mil e duzentos milhões de euros em ajudas vitais para o país.

A correspondente da euronews, Efi Koutsokosta, diz que “as negociações vão passar para a fase técnica com o encontro de quarta-feira em Bruxelas. A partir de agora, Atenas será vigiada de perto para verificar a implementação de todas as reformas que serão acordadas nas próximas semanas”.