Última hora

Última hora

"Por aqui tudo bem": um filme tocante sobre o exílio de duas irmãs angolanas

Em leitura:

"Por aqui tudo bem": um filme tocante sobre o exílio de duas irmãs angolanas

Tamanho do texto Aa Aa

Esta semana, a nossa rubrica Cinema box destaca o filme luso-angolano “Por aqui tudo bem”. A realizadora angolana Pocas Pascoal inspirou-se na sua

Esta semana, a nossa rubrica Cinema box destaca o filme luso-angolano “Por aqui tudo bem”.

A realizadora angolana Pocas Pascoal inspirou-se na sua própria experiência pessoal para compor “Por aqui Tudo bem”, uma obra tocante sobre o exílio de duas irmãs.

Alda e Maria chegam a Lisboa nos anos 80 para fugir à guerra civil em Angola. Instalam-se numa pensão à espera da mãe, mas o tempo passa e a mãe não chega. As duas adolescentes vão ter de sobreviver sozinhas, sem dinheiro e sem documentos.

Mais do que um retrato da miséria e do medo que marca o quotidiano de muitos imigrantes ilegais, o filme conta-nos a forma como duas irmas se vão unir para sobreviver às dificuldades, até ao momento em que cada uma delas terá de fazer as suas próprias escolhas.

O tema da descolonização é tratado de forma subtil, sem rodeios nem maniqueísmos.

A força desta produção luso-angolana vem sem dúvida da união feliz entre dois registos, o do documentário e o do conto.