This content is not available in your region

Iraque: "Peshmergas" denunciam ataques do EI com gás de cloro

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Iraque: "Peshmergas" denunciam ataques do EI com gás de cloro

<p>Os militares do Curdistão iraquiano afirmam ter provas de que o grupo Estado Islâmico teria utilizado gás de cloro durante pelo menos três ataques. </p> <p>Os militares apresentaram um conjunto de imagens datadas de Dezembro, assim como um conjunto de provas de laboratório, difíceis de verificar, para atestar as denúncias. </p> <p>Até agora, os “peshmerga” não pediram uma investigação ao sucedido, quando a denúncia ocorre no aniversário do ataque de Saddam Hussein com armas químicas contra a população curda em 1988.</p> <p>Segundo um general dos peshmergas, Aziz Wesi, “tivémos que enviar os nossos soldados para o hospital e depois das análises clínicas o diretor do hospital ligou-me para pedir que submetesse os restantes soldados a exames. Disse-me que tinham níveis altos de cloro no sangue embora não fossem letais”.</p> <p>As acusações surgem num momento em que as forças da coligação militar internacional levaram a cabo 12 novos ataques no Iraque, na zona de Fallujah e no bastião do Estado Islâmico em Mossul.</p> <p>Ações que permitiram aos peshmerga recuperar o controlo sobre três novas aldeias nos arredores de Kirkuk, no Curdistão iraquiano.</p> <p>Em Tikrit, o exército iraquiano e as milícias xiitas decidiram suspender temporariamente a ofensiva sobre a cidade, para limitar perdas humanas, quando os combatentes islamitas controlam ainda metade da localidade.</p>