Última hora

Última hora

Iémen: Milícias xiitas expulsas de duas cidades

Forças leais ao presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi expulsaram os rebeldes Houthi de duas cidades. Entretanto, pelo menos seis pessoas foram mortas numa manifestação em Taiz.

Em leitura:

Iémen: Milícias xiitas expulsas de duas cidades

Tamanho do texto Aa Aa

No Iémen, forças leais ao presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi, expulsaram os rebeldes Houthi de duas cidades que tinham conquistado horas antes.

Esta operação visou impedir o avanço das milícias xiitas em direção a Aden, onde está refugiado o presidente.

Entretanto, na cidade de Taiz, no centro do país, as milícias mataram pelo menos seis pessoas, durante uma manifestação contra a ocupação da cidade por parte dos Houthis.

Um porta-voz das milícias Houthi disse que o grupo não tem pretensões de conquistar Aden, ou outra cidade do Iémen, quer apenas combater os grupos de sunitas radicais, alegadamente, aliados do presidente Hadi. Isto apesar de Hadi ter um historial de combate à Al-Qaeda.

O crescimento das milícias xiitas no Iémen abriu um novo capítulo na instabilidade do país, um vizinho da poderosa Arábia Saudita, sobretudo desde que os Houthis conquistaram, em setembro, a capital Sanaa.