Última hora

Última hora

Burundi: Oposição tem de decidir hoje se concorre às presidenciais

O Burundi vive um dia decisivo. Os partidos da oposição têm de decidir se apresentam um candidato às eleições presidenciais este sábado. Se o fizerem

Em leitura:

Burundi: Oposição tem de decidir hoje se concorre às presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

O Burundi vive um dia decisivo. Os partidos da oposição têm de decidir se apresentam um candidato às eleições presidenciais este sábado. Se o fizerem caucionam a recandidatura do chefe de Estado que originou as manifestações que há duas semanas destabilizam a capital e que fizeram, pelo menos, 17 mortos. A polícia reprime os manifestantes duramente e o exército tem-se mantido à parte deste conflito. A divisão étnica do país entre a maioria hutu e a minoria tutsi não é o motor dos protestos mas receia-se que as memórias da guerra civil que durou entre 1993 e 2006 regressem em força.

O presidente Pierre Nkurunziza, que registou a candidatura na sexta-feira, pretende cumprir um terceiro mandato. O chefe de Estado alega que o primeiro mandato foi obtido através de uma votação no parlamento e por isso esta será a segunda vez que se apresenta às urnas. A constituição limita o exercício da presidência a dois mandatos consecutivos. Grande parte da comunidade internacional critica a atuação do presidente, embora o Conselho de Segurança da ONU esteja dividido.

O medo de uma escalada da violência levou 30 a 50 mil pessoas a procurar refúgio nos países vizinhos.