Última hora

Última hora

Falha de San Andreas nas salas este fim de semana: o filme sobre o Big One da Califórnia

Em leitura:

Falha de San Andreas nas salas este fim de semana: o filme sobre o Big One da Califórnia

Tamanho do texto Aa Aa

Na Califórnia, especula-se, há muitos anos, sobre a possibilidade de um grande terremoto de magnitude 9 na escala de Richter atingir a região, ao

Na Califórnia, especula-se, há muitos anos, sobre a possibilidade de um grande terremoto de magnitude 9 na escala de Richter atingir a região, ao longo da falha de San Andreas: será uma questão de tempo para o “Big One” devastar cidades e dizimar a população. Este é o tema do novo filme de Brad Peyton, com o ator Dwayne Johnson no papel de um piloto de helicóptero de resgate, e a ex-mulher a percorrerem todo o Estado na esperança de resgatar a filha. Mas esse é apenas o ponto de partida para uma série de espantosos acontecimentos

O importante, para Peyton, é que os atores se concentrem no desempenho e a equipa dos efeitos especiais tarte do resto. Daí a “magia”: https://www.youtube.com/watch?v=23VflsU3kZE

Brad Peyton:

*- Costumo dizer: “vamos construir a corrida e colocar os atores nela.” E é isso que representar significa, não quero que soe a falso, que sigam a velha escola dos anos 70 de Star Trek (:“Incline-se desta forma ou daquela”). Agora, tudo o que lhes peço é só aquilo em que quero que pensem. Não se detenham na técnica. Quando há tantas câmaras, luzes, enquadramentos e plataformas, há muita técnica.
O meu trabalho consiste em apagar a parte técnica, tanto quanto posso, para que possam viver os momentos de ação, para obter uma espécie de honestidade real e momentos de pura emoção.*

Com mais de 1300 efeitos especiais, no ar, no subsolo e na água, poucos atores viveram tal experiência.

Carla Gugino é uma das protagonistas do filme:

- A verdade é que durante a rodagem houve omentos em que tive medo, como na cena do telhado. Mas sabia que não haveria acidentes, que estava em boas mãos. Confiava em toda a gente. Apesar de estar nervosa, sabia que podia fazê-lo., que estava sempre alguém a zelar èpela minha segurança. No entanto, tinha de correr o risco. Tinha de saltar do telhado….ainda pensei que, se o responsável pela segurança tivesse ido tomar um café eu estava perdida.

Dwayne Johnson:

- Não se fazem mais de cinco filmes, por ano, sobre desastres naturais. Não é fácil fazê-los. Há muitos elementos a ter em conta, as rodagens são muito difíceis. É necessário encontrar um equilíbrio entre destruição, família, emoção e um bom guião. São precisos todos os elementos.

San Andreas chega aos cinemas europeus este fim de semana.