Última hora

Última hora

Norte-americanos exigem treino e formação policial em todo o país

Num clima de tensão extrema nos Estados Unidos, alguns departamentos de polícia tomaram medidas para tentar preservar a paz social, nomeadamente o

Em leitura:

Norte-americanos exigem treino e formação policial em todo o país

Tamanho do texto Aa Aa

Num clima de tensão extrema nos Estados Unidos, alguns departamentos de polícia tomaram medidas para tentar preservar a paz social, nomeadamente o departamento de Las Vegas, que detem um recorde de excessos de violência.
Aqui os agentes recebem treino especial para evitar incidentes tão graves como os que se registaram em Fergusson, Baltimore ou Los Angeles. Em vários Estados, as manifestações contra a brutalidade policial e o uso excessivo de força pelos agentes, antes e depois dos atos que desencadeiam os motins são dramas que, muitas vezes, poderiam ser evitados.

*Capitão Matt McCarthy”, Demapartamento de Polícia de Las vegas:

- Sabe disparar? Normalmente a resposta é afirmativa, o sim parece o parâmetro de uma for4a mortal. Mas a organização também deve questionar a seguir: é capaz de disparar?

Em Las Vegas começou tudo em 2011, com o caso de Stanley Gibson, um veterano de guerra, com problemas mentais e desarmado. Um polícia abateu-o. Larry Krantz, testemunhou tudo:

- Os agentes repetiam: polícia, mãos ao ar, mas ele estava apavorado. Deviam ter tido mais paciência…

Parte do programa consiste em fazer avaliar melhor o perigo real em diferentes situações. Os resultados estão à vista: em 2010, a polícia de Las Vegas esteve envolvida em 25 tiroteios, número que caiu para 13, há dois anos. Em 2014 houve 16.

William Sousa, Director do Centro para o Crime, Polícia de Justiça, da Universidade so Nevada Las Vegas: - O que observamos em Las Vegas , é semelhante ao que vimos noutros departamentos policiais: as políticas aplicadas estão a ter um bom impacto na diminuição de tiroteios com envolvimento dos polícias. A formação profissional está a fazer a diferença.

Em plena controvérsia que as vozes se fazem ouvir para a formação se fazer nas sedes da polícia de todo o país.