Última hora

Última hora

Grécia: "estamos perante um grande momento de democracia"

Os ministros do governo grego saudaram a decisão do primeiro-ministro de convocar um referendo sobre o plano de resgate do país e afirmam que vão

Em leitura:

Grécia: "estamos perante um grande momento de democracia"

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros do governo grego saudaram a decisão do primeiro-ministro de convocar um referendo sobre o plano de resgate do país e afirmam que vão votar “Não” às propostas dos credores, mas sem rejeitarem a permanência na zona euro.

Para o ministro das reformas administrativas, George Katrougalos, “cabe agora ao povo grego falar e decidir e por isso estamos perante um grande momento de democracia na Europa. O povo europeu tem uma palavra a dizer em termos de política económica”.

O ministro da saúde sublinha, “Nós vamos permanecer no euro e na União Europeia. Pedimos um acordo que dê possibilidades de futuro ao nosso país. E se a proposta não corresponde ao que defendemos, cabe então ao povo grego decidir face às medidas catastróficas que nos são exigidas”.

A oposição socialista e conservadora rejeitou, por seu lado, a consulta popular que vai ser aprovada, este sábado pelo parlamento, onde o Syriza não deverá ter dificuldades em reunir os 151 votos necessários à adoção da consulta popular.