Última hora

Última hora

França: Vítima de atentado foi decapitada depois de morta

A França homenageou ontem a única vítima mortal do ataque de sexta-feira contra uma fábrica de produtos químicos no sudeste do país. O corpo de

Em leitura:

França: Vítima de atentado foi decapitada depois de morta

Tamanho do texto Aa Aa

A França homenageou ontem a única vítima mortal do ataque de sexta-feira contra uma fábrica de produtos químicos no sudeste do país.

O corpo de Hervé Cornara, de 54 anos, tinha sido descoberto, decapitado, nas instalações, rodeado de inscrições islâmicas. Uma primeira autópsia, realizada ontem, permitiu apurar que a vítima teria morrido por sufocamento, antes de ser decapitada.

Familiares, amigos e dezenas de cidadãos anónimos prestaram homenagem à vítima, quando a polícia prossegue a investigação ao suposto autor do ataque, empregado desde há alguns anos na empresa de transportes de Cornara.

Segundo os responsáveis do inquérito, Yassin Sahli teria enviado uma fotografia da cabeça cortada a um cúmplice antes de ser detido na sexta-feira.

A polícia tenta agora apurar possíveis ligações entre Sahli e militantes islamitas na Síria. O suspeito que, na sexta-feira, provocou uma deflagração numa fábrica de produtos químicos, tinha sido investigado no passado por relações a grupos radicais.