Última hora

Última hora

Calais: O sonho dos imigrantes transformado em pesadelo

Em Calais, França, muitos imigrantes continuam a tentar chegar ao Reino Unido, à “boleia” de um camião TIR e ajudados pelas longas filas de carros

Em leitura:

Calais: O sonho dos imigrantes transformado em pesadelo

Tamanho do texto Aa Aa

Em Calais, França, muitos imigrantes continuam a tentar chegar ao Reino Unido, à “boleia” de um camião TIR e ajudados pelas longas filas de carros provocadas pela greve dos funcionários da MyFerryLink, que bloquearam o acesso ao porto da cidade.

Depois de um encontro com responsáveis do Ministério dos Transportes francês os trabalhadores concordaram deixar partir alguns barcos, em terra ficaram os imigrantes, cada vez mais longe de cumprir o seu objetivo:

“Acordámos hoje que vamos trabalhar com o governo francês para garantir o regresso destas pessoas a África, para que não acabem nestes acampamentos na Europa”, adiantou a ministra do Interior do Reino Unido, Theresa May. As autoridades britânicas e francesas vão intensificar os esforços para desencorajar os imigrantes de África e do Médio Oriente a embarcarem nesta viagem. Um sonho que acaba, quase sempre, em pesadelo, como explica Anne Kamel, dos Médicos do Mundo:

“Há muitas lesões devido às tentativas de chegar a Inglaterra. Mas há também traumas psicológicos, eles tentam e falham e saem daqui a dizer: “amanhã já não nos vemos, estaremos em Inglaterra.” Mas voltam sempre.”

São cerca de 3.000 os imigrantes que permanecem acampando nas proximidades do porto francês de Calais e que, em breve, deverão ser obrigados a regressar a casa e a deixar para trás o sonho europeu.