Última hora

Em leitura:

A última oportunidade para o acordo sobre o nuclear iraniano?


Áustria

A última oportunidade para o acordo sobre o nuclear iraniano?

As negociações sobre o programa nuclear iraniano vão prolongar-se, pelo menos, até sexta-feira.

O Irão e o grupo de países que negoceiam em Viena querem continuar a trabalhar para tentarem alcançar o acordo que não foi possível até este 7 de julho, como estava previsto.

Se por um lado, as dificuldades estão associadas à busca da garantia de que o Irão não tenciona usar o nuclear para fins militares; por outro há entraves de ordem política:

“O argumento que o lado iraniano está a utilizar é o de que se o embargo às armas não vai ser levantado, qual será o critério a seguir? Qual será o marco que será definido para o levantar? Será levantado em dois anos, cinco anos, dez anos? Ou vai manter-se indefinidamente?
O outro lado argumenta que se o embargo às armas for levantado enquanto durar a perturbação no Médio Oriente envia-se um sinal errado aos países da região e o acordo poderá tornar-se muito tóxico. Este é o tipo de preocupações com que têm que lidar os dois lados”,
explica Ali Vaez, analista do Grupo para as Crises Internacionais.

Difíceis ou não, estas parecem ser as negociações da última oportunidade, como nos refere a correspondente da euronews, Reihaneh Mazaheri:

“É preciso mais tempo para resolver o que falta. Esta foi a única e a mais importante informação que saiu das salas de negociações. Mas os negociadores dizem que o prazo não será de novo alargado. Nos últimos dois dias as conversações estenderam-se pela noite fora. Ambos os lados frisaram que este é o momento de resolver os diferendos. É agora ou nunca”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Grécia enfrenta exame final em Bruxelas