This content is not available in your region

PROBLEMAS FRONTEIRIÇOS NOS BALCÃS

Access to the comments Comentários
De  Euronews
PROBLEMAS FRONTEIRIÇOS NOS BALCÃS

<p>A HISTÓRIA</p> <p>Segundo a Amnistia Internacional, “a Sérvia e a Macedónia, em particular, tornaram-se num tanque para o afluxo de refugiados e de migrantes que ninguém na UE parece disposto a acolher”, sublinhou a vice-diretora para a região da Europa e Ásia central, Gauri van Gulik.</p> <img src="https://static.euronews.com/articles/309472/606x730_0707-balkans-border-problems-map.jpg"> <p>PORQUÊ <span class="caps">TANTOS</span> <span class="caps">MIGRANTES</span> <span class="caps">NOS</span> BALCÃS?</p> <p>A Agência da <span class="caps">ONU</span> para Refugiados – <span class="caps">ACNUR</span>, refere que em 2014 o número de pessoas deslocadas em todo o mundo foi de 59,2 milhões.</p> <p>Cada vez há mais migrantes a chegar à Grécia devido às barreiras construídas nas fronteiras da Turquia com a Grécia e a Bulgária, uma rota fundamental para os <a href="http://pt.euronews.com/2015/07/02/migrantes-viram-se-para-a-grecia-ate-quando/">refugiados sírios.</a> </p> <p>Noventa por cento dos que procuram asilo não ficam na Grécia, dirigem-se para a Hungria através da Macedónia e da Sérvia.</p> <p><span class="caps">QUAL</span> É O <span class="caps">IMPACTO</span>?</p> <p>A Hungria está descontente porque acolhe cada vez mais imigrantes.<br /> Fontes governamentais referem que este ano já entraram no país 72.000. Em 2014 entraram 43.000.<br /> Como medida preventiva vai construir uma barreira ao longo da fronteira com a Sérvia e endurecer as leis do asilo. </p> <p><a href="http://www.amnistia-internacional.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=2181:2015-07-06-16-05-15&catid=35:noticias&Itemid=23">O RELATÓRIO DA <span class="caps">AMNISTIA</span> <span class="caps">INTERNACIONAL</span></a></p>