Última hora

Última hora

Gregos desesperam

Atenas já pediu oficialmente um novo resgate. A União Europeia aguarda propostas concretas das medidas que a Grécia está disposta a tomar. A decisão

Em leitura:

Gregos desesperam

Tamanho do texto Aa Aa

Atenas já pediu oficialmente um novo resgate. A União Europeia aguarda propostas concretas das medidas que a Grécia está disposta a tomar.
A decisão é tomada no domingo na Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo. Até lá, os gregos desesperam.

“As coisas estão muito, muito difíceis. Não sabemos se vamos ser pagos no fim do mês e daí para a frente. O futuro é incerto. Não se pode confiar em nada…Tem de haver um acordo. Definitivo. A “Grexit” será muito pior”, lamentou um habitante de Atenas.

Giannis Bakalis é ourives há 33 anos. Nunca passou por dias como os que vive atualmente.

“Nas últimas duas semanas ninguém fez encomendas. Ninguém mesmo. Não estou a exagerar quanto ao perigo da… Nem quero ouvir a palavra. Será um grande desastre. Será desastroso para o país”, disse o ourives.

O dono de uma loja de artigos importados tem dificuldade em continuar com o negócio.

“Está tudo parado. Os fornecedores querem o pagamento adiantado. Se os bancos estão fechados, como se pode enviar dinheiro? Não se pode enviar nada para o estrangeiro. Só temos o mercado interno”,
frisou o comerciante.

“Na manhã de quarta-feira o Governo teve de desmentir a comunicação social sobre a emissão de títulos de dívida para pagar pensões e salários. O governo diz que a notícia não tem fundamento e prejudica o país”, sublinhou Symela Touchtidou, da Euronews, em Atenas.