This content is not available in your region

MH370: "Quase certo" que destroço pertence a Boeing 777 da Malaysia Airlines

Access to the comments Comentários
De  Euronews
MH370: "Quase certo" que destroço pertence a Boeing 777 da Malaysia Airlines

<p>“É quase certo” que o destroço que foi encontrado na ilha francesa da Reunião faz parte da aeronave do voo MH370, da Malaysia Airlines, desaparecido em março de 2014. </p> <p>Na ilha está, já, uma equipa de investigação malaia que vai analisar o objeto, juntamente com as equipas australiana e francesa. </p> <p>O destroço, que se espera pertencer ao Boeing 777, será depois enviado para um laboratório, para análises, em Toulouse, França.</p> <p>O vice-primeiro ministro australiano, Warren Truss, afirma que esta “é a primeira prova real de que existe uma possibilidade de que uma parte da aeronave possa ter sido encontrada.” Diz ainda que “é muito cedo” e que o objeto será tratado “como uma grande pista.” </p> <p>Um dos investigadores australianos, Charitha Pattiaratchi do <span class="caps">UWA</span> Oceans Institute, informa que “encontrar este destroço na Ilha da Reunião está, inteiramente, em consonância com os padrões atuais, no Oceano Índico sul.”</p> <p>O Boeing 777 da Malaysia Airlines fazia o percurso entre Kuala Lumpur, na Malásia, e Pequim, na China, e desapareceu uma hora depois de descolar, após ter mudado de rota, enquanto sobrevoava o Mar do Sul da China.</p> <p>A bordo iam 239 pessoas. </p> <p>A equipa de buscas informou que mantém as operações de revista na mesma área de 120 mil quilómetros quadrados, no Oceano Índico a oeste da Austrália.</p>