Última hora

Última hora

Refugiados: Hungria "sela" vedação junto à fronteira com a Sérvia

A Hungria pôs termo ao fluxo de refugiados que tentam saltar a fronteira sérvia, depois de ter terminado, esta tarde, a construção de uma contestada

Em leitura:

Refugiados: Hungria "sela" vedação junto à fronteira com a Sérvia

Tamanho do texto Aa Aa

A Hungria pôs termo ao fluxo de refugiados que tentam saltar a fronteira sérvia, depois de ter terminado, esta tarde, a construção de uma contestada vedação na zona de Rozske.

A conclusão da estrutura de arame farpado ocorre a horas de entrar em vigor, na terça-feira, uma nova lei da imigração que prevê a detenção dos refugiados que tentem cruzar a barreira húngara.

Os migrantes estão a ser enviados para o posto de fronteira local, onde as autoridades estarão a permitir a entrada de centenas até à meia-noite.

Em Budapeste, o primeiro-ministro húngaro não descartou a possibilidade de declarar o estado de emergência, à luz da nova lei: “a partir de amanhã, quem cruzar a fronteira de forma ilegal será punido com prisão e deportação imediata”, afirmou Viktor Orban.

Desde domingo, que mais de seis mil refugiados cruzaram o ponto de passagem de Rozske, para garantirem a entrada no espaço da União Europeia.

A Hungria deslocou nas últimas horas milhares de refugiados em vários comboios para a fronteira austríaca, sem aparentemente serem registados.

Segundo Budapeste, mais de 200 mil pessoas, a maioria provenientes da Síria, Iraque e Afeganistão, teriam cruzado o seu território com destino à Alemanha e Suécia, desde o início do ano.