Última hora

Última hora

Presidente da Volkswagen pode estar de saída

Martin winterkorn pediu publicamente desculpas pelo escândalo.

Em leitura:

Presidente da Volkswagen pode estar de saída

Tamanho do texto Aa Aa

Martin Winterkorn, presidente da Volkswagen, pode ter os dias contados no cargo e deve mesmo estar de saída, segundo a imprensa alemã.

Point of view

Milhões de pessoas em todo o mundo confiam nas nossas marcas, nos nossos carros, nas nossas tecnologias. Peço muita desculpa se traímos essa confiança.

À semelhança do que já o presidente da filial norte-americana tinha feito-, Winterkorn pediu desculpas publicamente pelo escândalo que está a abalar a construtora automóvel alemã.

“Quero ser muito claro: Não vai voltar a haver manipulação na Volkswagen.
Milhões de pessoas em todo o mundo confiam nas nossas marcas, nos nossos carros, nas nossas tecnologias. Peço muita desculpa se traímos essa confiança”, disse Winterkorn.

A construtora automóvel alemã admitiu que fez fraude nos testes de emissões de partículas de gasóleo nos Estados Unidos.

O ministro alemão dos transportes, Alexander Dobrindt, já reagiu: “A Volkswagen garantiu-nos que iria cooperar inteiramente. Estabelecemos uma comissão que vai investigar se os veículos em causa foram construídos e verificados de acordo com as leis alemãs e europeias”, disse.

A investigação, que começou nos Estados Unidos, está a ser alargada a outros países. O mais recente episódio é o pedido feito pelo ministro francês das Finanças, Michel Sapin, para uma investigação a nível da União Europeia.

Também a Coreia do Sul vai passar a investigar, de forma independente, as emissões de partículas dos Volkswagen.