Última hora

Papa "abençoa" política de Obama no primeiro dia da visita aos EUA

Foi como “um filho de uma família de imigrantes” e em pleno debate pré-eleitoral sobre a questão migratória, que o Papa Francisco iniciou a sua

Em leitura:

Papa "abençoa" política de Obama no primeiro dia da visita aos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Foi como “um filho de uma família de imigrantes” e em pleno debate pré-eleitoral sobre a questão migratória, que o Papa Francisco iniciou a sua primeira visita aos Estados Unidos.

Uma deslocação marcada por várias declarações sobre a necessidade de integrar os imigrantes e um gesto simbólico, a canonização do primeiro santo hispânico dos Estados Unidos, durante uma missa no santuário nacional da Imaculada Conceição, em Washington.

Horas antes, reunido com o presidente Barack Obama, na Casa Branca, o Papa Francisco tinha evocado outro tema caro ao seu pontificado e ao programa do presidente democrata, a luta contra as mudanças climáticas.

“É preciso reconhecer a urgência, parece-me claro que as mudanças climáticas são um problema que não podemos continuar a querer deixar para as gerações futuras”.

Um discurso também político, de apoio à política ambiental de Obama, rejeitada, no entanto pelo Congresso no início do seu mandato.

Os temas da ecologia, imigração e luta contra as desigualdades prometem voltar a fazer franzir alguns sobrolhos na bancada republicana, esta quinta-feira, quando o Papa pronunciar um discurso frente ao Congresso norte-americano.