Última hora

Última hora

Refugiados: Berlim reforça ajudas a estados federados

O governo alemão decidiu aumentar significativamente o apoio financeiro aos governos dos 16 estados federados do país, confrontados com a chegada de

Em leitura:

Refugiados: Berlim reforça ajudas a estados federados

Tamanho do texto Aa Aa

O governo alemão decidiu aumentar significativamente o apoio financeiro aos governos dos 16 estados federados do país, confrontados com a chegada de centenas de milhares de refugiados.

O anúncio foi feito por Angela Merkel depois de uma reunião com os líderes dos executivos regionais.

A chanceler alemã não avançou o montante global, mas segundo meios de comunicação locais, os “Länder” poderão receber dois mil milhões de euros ainda este ano e cerca de 4100 milhões de euros em 2016.

Merkel explicou que “o governo federal está disposto a pagar 670 euros por mês para assumir o custo de cada requerente de asilo. Terá início no primeiro dia de registo e durará até que o caso seja decidido. E tem como base uma estimativa de 800.000 pedidos, com um tempo médio de tratamento de cinco meses”.

A chanceler sublinhou que o acolhimento de refugiados é “uma tarefa nacional” para a Alemanha, que garante proteção a todos os que a necessitem, mas também deixou claro que os migrantes sem direito de asilo “devem abandonar o país”.

Segundo número oficiais, entre janeiro e agosto foram feitos 257.000 pedidos de asilo no país e, desde então, o ritmo das chegadas acelerou exponencialmente.