Última hora

Última hora

Palestinianos atacam túmulo de José

Um grupo de palestinianos incendiou, esta sexta-feira de manhã, com cocktails molotov, o túmulo de José, um dos doze filhos de Jacó, em Nablus, no

Em leitura:

Palestinianos atacam túmulo de José

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de palestinianos incendiou, esta sexta-feira de manhã, com cocktails molotov, o túmulo de José, um dos doze filhos de Jacó, em Nablus, no norte da Cisjordânia, lugar reverenciado pelos judeus. Uma ação, provavelmente, desencadeada pelos apelos de transformar este dia na “sexta-feira da revolução” na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.

Prevê-se o aumento da violência nas próximas horas. As forças israelitas preparam-se para novos confrontos e o número de efetivos na região de Jerusalém foi reforçado.

Face ao aumento da violência, e por temer ataques, a população israelita está a comprar armas, permitido apenas a quem vive em áreas consideradas de risco, enquanto o Primeiro-ministro defende a ação da polícia que já provocou a morte a cerca de três dezenas de palestinianos:

“É legítima a quantidade e tipo de força que Israel está a usar e que os governos locais, municípios e forças de polícia estão a usar quando há pessoas a empunhar facas, cutelos, machados, a tentar matar pessoas nas suas ruas”, afirmou Benjamin Netanyahu.

O Conselho de Segurança da ONU reúne-se esta sexta-feira à tarde, em Nova Iorque, a pedido de vários países árabes. O Secretário de Estado dos EUA, John Kerry, planeia viajar nos “próximos dias” para a região.