Última hora

Última hora

México: O "monstro" Patrícia perde força

O Furacão Patrícia atravessou o sudoeste do México, na sexta-feira, e provocou chuvas fortes, mar revolto e ventos ciclónicos. As autoridades

Em leitura:

México: O "monstro" Patrícia perde força

Tamanho do texto Aa Aa

O Furacão Patrícia atravessou o sudoeste do México, na sexta-feira, e provocou chuvas fortes, mar revolto e ventos ciclónicos. As autoridades declararam estado de emergência em dezenas de municípios como Colima, Jalisco e Nayarit. Cerca de uma centena de pessoas tiveram de ser recolhidas em abrigos da Cruz Vermelha em Puerto Vallarta, incluindo idosos e crianças.

O fenómeno tem sido comparado ao Tufão Haiyan que matou mais de 6.300 pessoas em 2013 na Filipinas e varreu tudo à sua passagem, incluindo 90 por cento da cidade de Tacloban.

As cidades de Navarro e Dallas, no estado do Texas, nos Estados Unidos foram igualmente atingidas por forte precipitação e inundações que efetaram 27 milhões de pessoas.

O monstro Patrícia de categoria máxima na escala dos furacões cruzou na sua rota um sistema de tempestade vindo do oeste ao longo do Texas e perdeu força, segundo os meteorologistas.

Mesmo assim, as inundações estendem-se à fronteira com o México, através de San Antonio e à área de Dallas e Houston. Cerca de 400 voos foram cancelados no Aeroporto Internacional de Dallas / Fort Worth, um dos mais movimentados do país.