Última hora

Última hora

Iémen: Sauditas rejeitam autoria de ataque a hospital da MSF

A Arábia Saudita rejeitou a autoria do bombardeamento que atingiu esta terça-feira um hospital da organização Médicos Sem Fronteiras no norte do

Em leitura:

Iémen: Sauditas rejeitam autoria de ataque a hospital da MSF

Tamanho do texto Aa Aa

A Arábia Saudita rejeitou a autoria do bombardeamento que atingiu esta terça-feira um hospital da organização Médicos Sem Fronteiras no norte do Iémen.

O ataque com dois mísseis, que destruiu a instalação hospital de Haydan, na províncida de Saada, provocou dois feridos, entre o pessoal médico.

A operação, em território controlado pelas milícias hutis, tinha sido atribuído às forças da coligação saudita.

“Estou muito preocupado com a situação no distrito de Heedan, onde vivem 200 mil pessoas. O hospital apoiado pela MSF e que foi destruído, estava a dar resposta às necessidades sanitárias da população. Honestamente não sei como é que as pessoas vão ter agora acesso aos cuidados de saúde”.

A coligação bombardeia todos os alvos à mínima suspeita. O Ministério da Defesa saudita difundiu estas imagens de um ataque a pequenas embarcações perto de Akron Island, 93 quilómetros a oeste de Hodeidah, no que diz ser uma operação de contrabando de armamento.

A Agência Khabar iemenita informou que pelo menos 100 pessoas morreram.