Última hora

Guantánamo: O último britânico

O último residente britânico em Guantánamo, Shaker Aamer, foi libertado pelas autoridades americanas após mais de 13 anos em detenção sem acusação

Em leitura:

Guantánamo: O último britânico

Tamanho do texto Aa Aa

O último residente britânico em Guantánamo, Shaker Aamer, foi libertado pelas autoridades americanas após mais de 13 anos em detenção sem acusação formal.

Shaker Aamer, de 46 anos, nasceu na Arábia Saudita, reside no Reino Unido desde 1996, foi detido desde fevereiro de 2002.

As autoridades londrinas exigem desde há cinco anos a libertação deste saudita casado com uma britânica que vive em Londres com seus quatro filhos.

Esta longa detenção sem acusação ou julgamento tinha suscitado uma onda de contestação no Reino Unido, onde muitas personalidades se mobilizaram.