Última hora

Última hora

Suspensão de voos para Sharm el-Sheikh pode custar 260 milhões de euros por mês

A suspensão das ligações aéreas com Sharm el-Sheikh vai custar cerca de 260 milhões de euros por mês, anunciou esta quarta-feira o ministro egípcio

Em leitura:

Suspensão de voos para Sharm el-Sheikh pode custar 260 milhões de euros por mês

Tamanho do texto Aa Aa

A suspensão das ligações aéreas com Sharm el-Sheikh vai custar cerca de 260 milhões de euros por mês, anunciou esta quarta-feira o ministro egípcio do turismo. Desde a queda do avião russo na Península do Sinai no dia 31 de outubro, com 224 pessoas a bordo, e as fortes suspeitas de atentado, que a vida parou na estância balnear do Mar Vermelho.

Metade dos turistas que costumam viajar para Sharm el-Sheikh vêm da Rússia, enquanto os britânicos constituem o segundo maior contingente. O fim dos voos da Rússia e do Reino Unido deixou os comerciantes em grandes dificuldades.

As agências de viagens russas tinham vendido para o Egito cerca de 140 mil estadas para este inverno. Os hotéis egípcios veem-se confrontados com uma situação inesperada e de longa duração uma vez que a suspensão dos voos com a Rússia deverá durar vários meses.

O turismo egípcio sofreu um rude golpe agora que estava a recuperar de anos de anemia. O país recebeu 10 milhões de turistas no ano passado, ainda assim longe dos 14 milhões registados em 2010.