Última hora

Última hora

Operação antiterrorista em França: "É apenas o começo"

Operação resultou em 53 detenções e na apreensão de dezenas de armas, incluindo um lança-roquetes.

Em leitura:

Operação antiterrorista em França: "É apenas o começo"

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia francesa lançou uma mega operação contra o terrorismo e contra os apoios logísticos às células terroristas, em todo o território francês. Na madrugada de domingo para segunda e durante todo o dia de segunda-feira foram feitas ao todo 168 buscas, que resultaram em 53 detenções. Foram apreendidas 31 armas, incluindo várias Kalashnikov. O caso mais grave é o de um lança-roquetes apreendido em Lyon.

Point of view

A resposta da República vai ser ampla e total. Quem alvejar a República vai ser apanhado. A República vai ser implacável (...)

As operações passaram também por cidades como Estrasburgo, Grenoble, Lille, Marselha e, claro, Paris: “É apenas o começo. Estas operações vão continuar. A resposta da República vai ser ampla e total. Quem alvejar a República vai ser apanhado. A República vai ser implacável contra quem perpetrar, for cúmplice ou endoutrinar os autores destas ações”, disse o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve.

O ministro salientou também que desde as últimas leis antiterroristas, em 2012 e 2014, foram já pronunciadas mais de 200 interdições de saída do território. A oposição pede que todos os indivíduos fichados como potencialmente perigosos (a chamada ficha S) sejam detidos, expulsos ou destituídos da nacionalidade francesa, em caso de múltipla nacionalidade.