Última hora

Última hora

Confiança dos empresários alemães com subida inesperada

A confiança dos empresários alemães não foi abalada pelo escândalo Volkswagen nem pelos atentados de Paris. Os números publicados esta terça-feira

Em leitura:

Confiança dos empresários alemães com subida inesperada

Tamanho do texto Aa Aa

A confiança dos empresários alemães não foi abalada pelo escândalo Volkswagen nem pelos atentados de Paris. Os números publicados esta terça-feira mostram uma subida inesperada do ambiente de negócios no país durante o mês de novembro. Os analistas esperavam uma estabilização mas o índice do instituto IFO passou de 108,2, em outubro, para 109.

“Muita gente estava à espera que o nosso índice recuasse” – explica Klaus Wolhrabe – “mas os nossos dados mostram que as respostas que recebemos depois dos ataques em Paris não foram diferentes. A tendência não se alterou e o índice subiu. A incerteza dos mercados aparentemente não afetou a economia alemã. Parece que não ficou impressionada e quer investir ainda mais. E o consumo na Alemanha está a portar-se muito bem há vários meses” – conclui o economista do instituto IFO.

Também esta terça-feira, o gabinete federal de estatística revelou que o consumo das famílias e as despesas públicas com o acolhimento dos refugiados substituiu o abrandamento das exportações e contribuiu para que a economia germânica crescesse 0,3 por cento no terceiro trimestre de 2015.