Última hora

Última hora

General Electric desiste de vender electrodomésticos à Electrolux

Afinal a General Electric já não vai vencer a divisão de electrodométicos à sueca Electrolux. O negócio foi suspenso porque o Departamento de Justiça

Em leitura:

General Electric desiste de vender electrodomésticos à Electrolux

Tamanho do texto Aa Aa

Afinal a General Electric já não vai vencer a divisão de electrodométicos à sueca Electrolux. O negócio foi suspenso porque o Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos considerou que iria provocar uma subida de preços no mercado de appliances norte-americano. O DoJ considerou que passaria a existir uma situação de distorção da concorrência dominada pelo duo Electrolux e Whirlpool. A companhia sueca ainda fez uma proposta ao DoJ: estava disposta a vender ativos de modo a minorar o peso no mercado. Mas, em outubro, essa proposta também foi rejeitada.

O negócio, que tinha sido assinado em setembro de 2014, rondava os 3,3 mil milhões de dólares. A GE vai ainda pedir uma indemnização de 175 milhões de dólares à companhia escandinava pela ruptura do acordo.

Com deceção da Electrolux e do mercado, as ações da empresa sueca chegaram a cair cerca de 12% na bolsa de Estocolmo esta segunda-feira.