Última hora

Última hora

Donald Trump: sinónimo de polémica

É uma das propostas mais controversas apresentadas por Donald Trump: banir a entrada de muçulmanos nos Estados

Em leitura:

Donald Trump: sinónimo de polémica

Tamanho do texto Aa Aa

É uma das propostas mais controversas apresentadas por Donald Trump: banir a entrada de muçulmanos nos Estados Unidos”:http://pt.euronews.com/2015/12/08/trump-prope-proibicao-de-entrada-de-muculmanos-nos-eua/ a retórica do milionário republicano já foi criticada dentro e fora do país.

Trump é conhecido por não medir as palavras. As últimas declarações chocaram a comunidade muçulmana e foram mesmo criticadas pelo presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan.

O humilde começo de Trump

“Não foi fácil para mim. Comecei em Brooklyn. O meu pai emprestou-me um milhão de dólares”


As mulheres para Trump

“Sabe, o que a comunicação social escreve não importa quando temos uma jovem mulher com um bom rabo.” – da entrevista publicada no Esquire, 1991

Sobre Arianna Huffington:

“Não é atraente nem por fora nem por dentro. Compreendo perfeitamente porque é que o o ex marido a trocou por um homem- Ele tomou a decisão certa”

Sobre Hillary Clinton, antiga primeira-dama e candidata às eleições presidenciais norte-americanas de 2016 :

“Caso esteja à procura do tweet apagado. Tenho-o aqui mesmo”
“Se Hillary Clinton não consegue satisfazer o marido como pode satisfazer a América?”

Sobre Bette Midler:

“Mesmo se não é uma mulher atraente sempre recusei dizê-lo por ser politicamente correto”

“Se Ivanka não fosse minha filha, convidava-a para sair”


Sobre a radicalização em Londres

“Há locais em Londres e não só onde a polícia teme pela própria vida.”


Alterações climáticas

“O conceito de aquecimento global foi criado pelos chineses para que a indústria norte-americana deixasse de ser competitiva”

“Cá fora está muito frio, muito mais do que o habitual. Podíamos utilizar uma dose gordurenta de aquecimento global”

“Quantas águias más foram, hoje, mortas pelas turbinas eólicas? São um desastre ambiental e estético”

Um muro para manter os mexicanos afastados

“Vou construir um grande muro– e, acreditem, ninguém constrói muros melhor que eu – e não vai ser caro. Vou construir um muro enorme na nossa fronteira do sul, e o México vai pagá-lo. Tomem nota.”


Relações raciais

Mensagem no tweet depois dos violentos protestos após a morte de um negro que se encontrava sob custódia policial em Baltimore em abril de 2015:

“O nosso grande Presidente afro-americano não conseguiu ter um impacto positivo junto dos criminosos que de sorriso nos lábios e abertamente estão a destruir Baltimore”


Sobre o antigo candidato presidencial e prisioneiro de guerra no Vietnam, John McCain

“Não é um herói de guerra. É um herói de guerra porque foi capturado. Eu gosto de pessoas que não são capturadas, OK.”


Como lidar com déspotas estrangeiros

“Lidei com Kaddafi. Aluguei-lhe um pedaço de terra. Ele pagou-me por uma noite o equivalente a dois anos e, no final, não o deixei utilizar a terra. É isto que devíamos fazer. Não quero usar a palavra extorquir, mas foi isso que fiz. Era o que todos deviam fazer.”


Controlo de armas

Mensagem no tweet depois dos ataque ao Charlie Hebdo em Paris, janeiro de 2015:

“Se as pessoas abatidas violentamente em Paris tivessem armas, teriam pelo menos uma hipótese”

“Não é curioso que a tragédia em Paris tenha acontecido num dos países onde o controlo de armas é mais apertado?


Incapacidades

Trump goza com jornalista do The New York Times que sofre de artrogripose:


Banir os muçulmanos

O discurso depois do ataque em San Bernardino na Califórnia, alegadamente, perpetrado por dois muçulmanos: