Última hora

Última hora

Iraque: Reconquista de Ramadi está presa por dias (exército)

Prossegue a operação para reconquistar Ramadi. Forças iraquianas esperam ter a cidade limpa de jiadistas do Estado Islâmico nos próximols dias

Em leitura:

Iraque: Reconquista de Ramadi está presa por dias (exército)

Tamanho do texto Aa Aa

Prossegue a operação das forças iraquianas para reconquistar Ramadi. Os extremistas do autoproclamado Estado Islâmico já só controlam o bairro onde estão os edifícios da administração pública.

“A libertação total de Ramadi será anunciada nos próximos dias”, informou esta quarta-feira a televisão estatal iraquiana, citando o Chefe do Estado-maior do exército, o tenente-general Othman al-Ghanemi. Na véspera, o porta-voz dos serviços de luta antiterrorista foi mais específico e disse que a cidade ficaria “totalmente limpa” no prazo de 72 horas, ou seja, no dia de Natal.

Menos otimista, o porta-voz da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, o coronel Steve Warren garantiu que a vitória é “inevitável”, mas avisou que “as forças de segurança iraquianas ainda têm duros combates a travar e isso vai demorar algum tempo”.

As milícias xiitas ficaram na retaguarda desta ofensiva por causa do risco de serem mal recebidas na cidade de maioria sunita, nas margens do rio Eufrates, cerca de 100 km a oeste de Bagdade.

A confirmar-se, a reconquista será a maior vitória militar das forças iraquianas desde a retomada de Tikrit, na primavera. Ramadi caiu nas mãos dos jiadiststas em maio.