Última hora

Última hora

Polícia suspeita de um grupo de sírios e iraquianos em atentados falhados de Munique

A polícia alemã disse suspeitar de um grupo de sírios e iraquianos em relação aos atentados falhados de Munique.

Em leitura:

Polícia suspeita de um grupo de sírios e iraquianos em atentados falhados de Munique

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia alemã da Baviera forneceu algumas informações sobre os suspeitos relacionados com os atentados falhados de Munique do passado dia 31 de dezembro.

Segundo as autoridades, seriam um conjunto de cidadãos sírios ou iraquianos, embora não soubessem, até ao momento, se estes se encontrariam ou não em território alemão depois do falhanço dos atentatos.

“Recebemos alguns nomes. Não sabemos se estão em Munique ou mesmo na Alemanha”, disse o Chefe da Polícia de Munique, Hubertus Andrae.

Andrae disse também que as autoridades receberam “dados muito concretos sobre um grupo de cinco a sete pessoas” e um possível atentado jihadista a ter lugar na cidade de Munique na noite de passagem de ano.

“A informação foi transmitida por autoridades federais e pelos serviços secretos de um país estrangeiro à polícia de Munique”, concluiu Hubertus Andrae.

Os suspeitos poderiam ser próximos do autoproclamado Estado Islâmico (EI) ou Daesh, pela sigla em língua árabe.

Munique,capital da Baviera, continuava esta sexta-feira em estado de alerta nas até ao final da manhã, depois de duas estações de caminhos de ferro (Zentral e Pasing, oeste) terem sido fechadas pela polícia a poucas horas da meia-noite de 31 de dezembro e das comemorações do início do ano novo. A vigilância próxima das estações de caminhos de ferro foi posteriormente reduzida ao início da tarde.