Última hora

Última hora

Tribunal Europeu interroga Turquia a respeito de Cizre

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos deu à Turquia até ao dia 8 para defender o recolher obrigatório imposto por Ancara desde o meio de dezembro

Em leitura:

Tribunal Europeu interroga Turquia a respeito de Cizre

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos deu à Turquia até ao dia 8 para defender o recolher obrigatório imposto por Ancara desde o meio de dezembro em Cizre.

A cidade do leste do país, de maioria curda, é alvo de uma vasta operação das forças turcas contra os rebeldes separatistas do Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

A intensidade dos combates levou muitos residentes a fugir de Cizre. Uma mulher explica que decidiu abandonar o seu bairro, porque está “a ser visado por tanques e ataques de morteiros”, obrigando os habitantes a fugir “para outra região”.

A ofensiva turca contra os militantes do PKK fez até ao momento mais de 200.000 deslocados no sudeste do país.

O tribunal europeu decidiu agir depois do apelo de dois advogados de Diyarbakir, principal cidade de maioria curda, que pedem o fim do recolher obrigatório em Cizre e que as operações das forças turcas acabem ou sejam executadas respeitando padrões internacionais.

Segundo a ONG Human Rights Watch, mais de 100 civis perderam a vida na região desde julho do ano passado.