Última hora

Última hora

Coreia do Norte: Bomba H deflagra dúvidas e condenações internacionais

A Coreia do Sul exprimiu hoje dúvidas sobre a credibilidade do teste com uma bomba H anunciado por Pyongyang. Segundo Seul, a intensidade da explosão

Em leitura:

Coreia do Norte: Bomba H deflagra dúvidas e condenações internacionais

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul exprimiu hoje dúvidas sobre a credibilidade do teste com uma bomba H anunciado por Pyongyang.

Segundo Seul, a intensidade da explosão desta quarta-feira teria sido inferior à dos três anteriores ensaios com bombas nucleares convencionais.

A presidente sul-coreana não deixou no entanto de condenar o gesto do país vizinho que pulveriza os esforços dos últimos meses para retomar as negociações de paz na península.

“Se este teste se confirma, poderá abalar a segurança de toda a região e modificar a natureza do programa nuclear norte-coreano”. “Para já o nosso governo tem que adotar medidas decisivas contra novas provocações e trabalhar com a comunidade internacional para garantir que este país isolado pague por este último teste nuclear”, afirmou a presidente Park Geun-Hye.

O quarto teste nuclear de Pyongyang voltou a ativar a máquina das sanções internacionais. Estados Unidos e Japão convocaram uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU para esta tarde para analisar a situação.

Em Tóquio, o primeiro-ministro Shinzo Abe evocou a necessidade de responder ao que considera ser “uma ameaça grave”.

O ensaio nuclear ocorre num momento em que Pyongyang se encontra mais isolada que nunca, depois de várias fricções com a aliada China.

Face à iminência de novas sanções contra o regime norte-coreano vários analistas recordam a ineficácia das anteriores resoluções da ONU em travar o programa nuclear do país.