Última hora

Última hora

Uma exposição gélida

Em leitura:

Uma exposição gélida

Tamanho do texto Aa Aa

É preciso enfrentar temperaturas glaciais para ver esta exposição. Durante semanas e com temperaturas de dez graus negativos, os artistas de vários

É preciso enfrentar temperaturas glaciais para ver esta exposição. Durante semanas e com temperaturas de dez graus negativos, os artistas de vários países esculpiram figuras de gelo e de areia que podem ser admiradas em Elstal, perto de Berlim.

O tema é: “Os mais belos mitos das 1001 noites”.

Othmar Schiffer-Belz, diretor do evento, explica: “A exposição foi executada por 20 artistas de dez países. Temos artistas da Malásia, Tailândia, Japão, França, Rússia, Lituânia e Polónia. Usaram 300 toneladas de gelo. A novidade é o uso da areia. As esculturas de areia estão ao lado das de gelo. E claro, as luzes e os blocos de gelo colorido transformam-se ao mesmo tempo em obras de arte”.

A exposição está dividida em dez áreas. Há esculturas dedicadas a “Ali Baba e aos 40 ladrões” e outras personagens dos contos das 1001 noites. Uma atração para grandes e pequenos, como revela um visitante: “A exposição é muito bonita. É a nossa primeira visita e estamos a divertir-nos muito”.

Trata-se da maior exposição de esculturas de gelo na Alemanha. Nas primeiras quatro semanas recebeu 30 mil visitantes.