This content is not available in your region

Lionel Messi faz o penta, Cristiano Ronaldo na equipa do ano

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
Lionel Messi faz o penta, Cristiano Ronaldo na equipa do ano

<p>Se dúvidas houvesse, foram desfeitas esta segunda-feira. O futebolista do ano é Lionel Messi, o atacante do Barcelona venceu a Bola de ouro pela quinta vez, derrotando o arquirrival Cristiano Ronaldo e o companheiro de equipa, Neymar.</p> <p>Uma escolha que está longe de surpreender, o argentino terminou o ano com 52 golos e 26 assistências e foi uma peça fundamental nas vitórias do Barcelona na Liga Espanhola, na Liga dos Campeões e no Campeonato do Mundo de clubes. Foi eleito com 41,33% dos votos, contra 27,76% de Cristiano Ronaldo.</p> <p>O atacante português até marcou mais mas os seus 57 golos não se traduziram em vitórias e terminou o ano de mãos a abanar. Mais uma vez, a falta de títulos desempenhou um papel crucial. Ainda assim, teve a fraca consolação de ser escolhido para a equipa do ano.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p lang="und" dir="ltr"><span class="caps">FIFA</span>/<a href="https://twitter.com/FIFPro"><code>FIFPro</a> World XI Neuer Alves / Ramos / Silva / Marcelo Pogba / Modric / Iniesta <a href="https://twitter.com/hashtag/Neymar?src=hash">#Neymar</a> / <a href="https://twitter.com/hashtag/Messi?src=hash">#Messi</a> / <a href="https://twitter.com/hashtag/Cristiano?src=hash">#Cristiano</a> <a href="https://t.co/yOAGrVhRrq">pic.twitter.com/yOAGrVhRrq</a></p>&mdash; FIFA.com (</code>FIFAcom) <a href="https://twitter.com/FIFAcom/status/686609422299299840">11 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Já Neymar, ganhou tanto quanto Messi e ainda levou a equipa às costas quando o argentino esteve lesionado. Ainda não foi desta que conquistou o mundo (ficou-se por 7,86% dos votos) mas aos 23 anos, não faltarão ocasiões para o fazer.</p> <p>Luis Enrique foi eleito o treinador do ano, derrotando Pep Guardiola e Jorge Sampaoli. Quanto ao Prémio Puskas, destinado ao melhor golo do ano, foi arrebatado pelo desconhecido brasileiro Wendell Lira. É fácil perceber porquê.</p> <iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/et7f0gc9VpY" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>