Última hora

Última hora

EUA: Sarah Palin quer "pontapé no traseiro" do ISIL"

Depois de dois dias de especulação sobre um “grande anúncio” do pré-candidato Donald Trump, os responsáveis de campanha do republicano informou

Em leitura:

EUA: Sarah Palin quer "pontapé no traseiro" do ISIL"

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de dois dias de especulação sobre um “grande anúncio” do pré-candidato Donald Trump, os responsáveis de campanha do republicano informou, enfim, ter recebido o apoio de Sarah Palin.

Ativa no movimento ultraconservador Tea Party, Palin acompanhou na terça e na quarta os eventos em Iowa, Estado onde as primárias começarão, dentro de duas semanas. Hoje esteve no comício com Trump em Oklahoma onde lançou um apelo ao voto.

Para Sarah Palin, Donald Trump é o único candidato capaz de derrotar os aparelhos políticos e condisera que os outros candidatos, apoiados pelas elites, “são politicamente corretos com um cinto de explosivos”.

“Estão preparados para ter um chefe de Estado-maior capaz de dar um pontapé no traseiro do grupo Estado Islâmico?”

Antiga governadora do Alaska, Palin foi escolhida por John McCain para integrar a sua equipa nas presidenciais de 2008 contra Barack Obama.

Depois perdeu influência, mas continua popular nos círculos conservadores, onde aparece regularmente para atacar o sistema, as elites políticas e económicas e em particular os barões do Partido Republicano.