This content is not available in your region

Trio de radicais alemães em fuga tentou roubar 1 milhão de euros

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques  com Reuters
Trio de radicais alemães em fuga tentou roubar 1 milhão de euros

<p>Três membros da Fação Exército Vermelho ou <span class="caps">RAF</span>, um extinto grupo da extrema-esquerda alemã, foi identificado como tendo estado envolvido, em junho, numa tentativa de assalto à mão armada a um carro blindado que transportava, próximo de Bremen, na Alemanha, cerca de um milhão de euros.</p> <p>O trio está em fuga desde que o grupo radical se separou em 1998 e as autoridades germânicas acreditam que o grupo terá tentado o assalto para financiar a respetiva subsistência na clandestinidade. </p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt" align="center"><p lang="de" dir="ltr">Überfälle als Altersvorsorge: Experte erklärt die <span class="caps">RAF</span>-Rentner. <a href="https://t.co/QazLWuUAu1">https://t.co/QazLWuUAu1</a> <a href="https://t.co/ryUbx0vafy">pic.twitter.com/ryUbx0vafy</a></p>— <span class="caps">BILD</span> (@BILD) <a href="https://twitter.com/BILD/status/689487510037094400">19 janeiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Resíduos de <span class="caps">ADN</span> recolhidos numa viatura abandonada após o assalto falhado permitiram identificar os três radicais, dois homens e uma mulher. O trio é ainda suspeito de ter participado num ataque a uma prisão perto de Frankfurt, em 193, e de ter roubado de um carro blindado, em 1999, um milhão da antiga moeda alemã, o marco, e que valeriam agora cerca de 510 mil euros. </p> <p>Os procuradores acreditam também que um dos elementos do trio terá estado envolvido num tiroteio junto à embaixada norte-americana em Bona, há 25 anos, e que antes teria falhado também um atentado à bomba junto de um edifício do Deutsche Bank.</p>