Última hora

Última hora

França e Irão investem na cooperação entre os dois países

No segundo e último dia de visita do Presidente iraniano, acompanhado por uma importante comitiva, a França, os dois Estados assinaram cerca de

Em leitura:

França e Irão investem na cooperação entre os dois países

Tamanho do texto Aa Aa

No segundo e último dia de visita do Presidente iraniano, acompanhado por uma importante comitiva, a França, os dois Estados assinaram cerca de trinta acordos em diversas áreas. O começo de uma nova era nas relações entre os dois países, como frisou François Hollande, mas mais do que acordos comerciais possíveis pelo fim das sanções contra o Irão e a entrada em vigor do acordo sobre o nuclear iraniano:

“Eu não quero que as pessoas possam sugerir que o acordo nuclear foi feito para que as nossas empresas pudessem, finalmente, retomar as suas atividades, nós vamos desenvolver o intercâmbio, o Irão e França vão partilhar a responsabilidade de ajudar a resolver as crises na região”, afirmou Hollande.

Sobre Bashar al-Assad Hassan Rohani foi claro:

“É o povo sírio que deve tomar as decisões sobre o seu país. Os sírios podem concorrer às eleições e ser eleitos e essas pessoas devem ser aceites pela população em geral. Hoje o problema da Síria não são as pessoas é o terrorismo, o DAESH é o problema”, adiantou o chefe de Estado iraniano.

Entre as áreas abrangidas pelos acordos está a dos transportes, saúde, ambiente e até um acordo entre o Museu do Louvre e o governo iraniano para a proteção do património do país contra o terrorismo. Rohani passou por França depois de três dias de visita oficial a Itália e de milhares de milhões de euros em acordos assinados.