Última hora

Última hora

Polícia holandesa treina águias para caçar "drones" criminosos

A polícia holandesa está a treinar águias para intercetar “drones” ou aviões não tripulados que possam gerar incidentes de segurança ou serem usados

Em leitura:

Polícia holandesa treina águias para caçar "drones" criminosos

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia holandesa está a treinar águias para intercetar “drones” ou aviões não tripulados que possam gerar incidentes de segurança ou serem usados por criminosos e terroristas. O projeto está a ser desenvolvido pela empresa Guards From Above (tr.: guardas desde cima), em colaboração com a agência antiterrorista e os Ministérios da Justiça e Defesa da Holanda.

A polícia explicou em comunicado que no futuro estes aparelhos terão uma utilização cada vez maior e mais abrangente, ameaçando também aumentar o número de incidentes. Os “drones” também podem ser usados para fins criminosos, sublinhou a polícia holandesa.

[ Comunicado da Guarda From Above sobre este projeto policial ]

O projeto é qualificado pela polícia holandesa como “pioneiro no mundo” e pretende preparar as aves predadoras para abater os “drones”, sem que haja qualquer impacto ambiental.

A admissão das águias para os “quadros” da polícia ainda está em período de testes, mas, segundo o porta-voz do projeto, Marc Wiebes, há “possibilidades muito reais” de que se acabe por utilizar águias para intercetar drones de criminosos.

“Qualquer pessoa pode ter um ‘drone’ e isto inclui pessoas que queiram dar-lhe um mau uso”, declarou o porta-voz da polícia, Michel Baeten. As águias estão a ser treinadas para identificar os ‘drones’ como uma presa, agarra-los e coloca-nos num lugar onde não haja outras aves ou seres humanos, explicou a polícia holandesa.

Além dos pássaros, as forças de segurança da Holanda adiantam no comunicado que também estão a trabalhar no uso de sistemas eletrónicos avançados para poderem assumir à distância e de forma furtiva o controlo de um “drone” alheio e também na programação de um avião não tripulado capaz de abater um aparelho inimigo.