Última hora

Última hora

EUA confirmam caso de transmissão sexual do vírus Zika

As autoridades sanitárias norte-americanas confirmaram um primeiro caso de transmissão do vírus Zika por via sexual, registado no Texas. A notícia

Em leitura:

EUA confirmam caso de transmissão sexual do vírus Zika

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades sanitárias norte-americanas confirmaram um primeiro caso de transmissão do vírus Zika por via sexual, registado no Texas. A notícia reforça os receios de uma rápida propagação da doença, que se suspeita ser responsável por casos de microcefalia.

O diretor dos serviços de saúde do condado de Dallas explica que ao “falarmos agora em transmissão sexual”, constitui uma fonte de “preocupação, porque pessoas que viajam a países da América Latina e têm relações sexuais sem proteção podem, potencialmente, trazer o vírus e infetar outras pessoas”. Zachary Thompson diz que “80 por cento dos indivíduos diagnosticados não exibem sintomas. Isso representa um desafio porque, ao não mostrar sintomas, aumenta-se o risco de transmissão”.

Os ministros da Saúde do Mercosur – mercado comum que engloba os países da América Latina mais afetados pela epidemia – reúnem-se para debater o assunto esta quarta-feira no Uruguai.

As Honduras decretaram ontem o estado de emergência nacional devido à propagação do vírus no território, com 3700 pessoas infetadas.

Do Japão à França, vários laboratórios apostaram no estudo de possíveis vacinas para o Zika, depois da Organização Mundial de Saúde ter declarado a epidemia do vírus como uma emergência sanitária internacional.