Última hora

Última hora

"24 Semanas" é o único filme alemão na competição da Berlinale

O Festival de Cinema de Berlim conta este ano com um único filme alemão na competição oficial: “24 Semanas”, de Anne Zora Berrached, uma longa

Em leitura:

"24 Semanas" é o único filme alemão na competição da Berlinale

Tamanho do texto Aa Aa

O Festival de Cinema de Berlim conta este ano com um único filme alemão na competição oficial: “24 Semanas”, de Anne Zora Berrached, uma longa metragem que faz referência, no título, ao prazo máximo para realizar um aborto legal no país face a uma situação extrema, como a descoberta de uma deficiência no feto.

A realizadora diz que para ela “foi muito importante criar uma personagem principal feminina que convence o público, porque o tema é bastante difícil e há pessoas que são, por princípio, contra o aborto”.

Julia Jentsch desempenha o papel de uma humorista que, juntamente com o companheiro, decide avançar com a gravidez, apesar de lhe ser anunciado que o bebé vai nascer com um problema de coração e síndrome de Down.

O correspondente de euronews, Wolfgang Spindler, diz que “o facto de haver apenas um filme alemão na competição internacional da Berlinale é certamente uma desilusão para os amantes de cinema germânico. Mas também é uma desilusão que, entre todos os filmes em competição, apenas dois são realizados por mulheres.”