Última hora

Última hora

Parlamento Europeu pede embargo de venda de armas à Arábia Saudita

Os membros do Parlamento Europeu votaram um embargo de vendas de armas à Arábia Saudita pelos países da União Europeia. Em causa, o conflito no

Em leitura:

Parlamento Europeu pede embargo de venda de armas à Arábia Saudita

Tamanho do texto Aa Aa

Os membros do Parlamento Europeu votaram um embargo de vendas de armas à Arábia Saudita pelos países da União Europeia.

Em causa, o conflito no Iemen e a intervenção no país, em março do ano passado, da coligação de nove países árabes liderados pela Arábia Saudita. A coligação pretende evitar o controlo do país pelos xíitas hutis a quem acusam de estar a ser apoiados pelo Irão.

A votação do embargo teve 359 votos a favor e 212 contra e não é vinculativo, mas acresce pressão aos países da União Europeia.

O Reino Unido terá, segundo o Parlamento Europeu, cifrado em 3 mil milhões de euros o volume de venda de armas à Arábia Saudita desde março de 2015, seguindo-se a França e a Alemanha enquanto principais fornecedores europeus.

Depois de o enviado saudita à União Europeia ter tentado dissuadir os membros do Parlamento de avançar com a proposta, esperam-se retaliações.

O Parlamento Europeu fala de 7 500 mortos, dos quais quase metade civis, e de cerca de 27 mil e 500 feridos, desde a intervenção da coligação àrabe no Iémen.