Última hora

Última hora

Iémen: Raide aéreo contra mercado faz cerca de 40 mortos

Cerca de 40 pessoas, civis e rebeldes xiitas, morreram este sábado, vítimas de um raide aéreo contra um mercado de uma localidade a nordeste da

Em leitura:

Iémen: Raide aéreo contra mercado faz cerca de 40 mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 40 pessoas, civis e rebeldes xiitas, morreram este sábado, vítimas de um raide aéreo contra um mercado de uma localidade a nordeste da capital do Iémen, Sanaa. O ataque foi realizado pela aviação da coligação liderada pela Arábia Saudita.

De acordo com a agência AFP, o raide tinha como objetivo eliminar uma coluna de três veículos que transportavam rebeldes, na altura em que estavam a entrar no mercado da localidade de Naqil ben Ghaylan, na região de Nehm.
Várias Organizações Não Governamentais criticaram os ataques aéreos da coligação, acusando-a de nada fazer para evitar alvos não militares.

A informação sobre o número de mortos ainda não é definitiva: a agência Saba, controlada pelos rebeldes fala em 60 vítimas mortais civis, não referindo quaisquer baixas nas fileiras rebeldes.

A região de Nehm é, nesta altura, uma zona do país onde as forças pró-governamentais, apoiadas pela coligação árabe, estão a ganhar cada vez mais posições.

Recorde-se que Sana, a capital iemenita foi ocupada, em setembro de 2014 pelos rebeldes houthis. O governo foi obrigado a fugir. Há quase um ano que a coligação liderada pela Arábia Saudita decidiu entrar nesta guerra civil. Algumas províncias do Sul do país voltaram para o controlo do governo, depois desta ajuda externa.
Várias Organizações Não Governamentais criticaram os ataques aéreos da coligação, acusando-a de nada fazer para evitar alvos não militares.