Última hora

Última hora

Coreia do Norte: Estudante dos EUA confessa "crime" contra o regime

O estudante norte-americano detido na Coreia do Norte em janeiro foi presente a tribunal, para uma confissão pública do seu crime, frente às câmaras

Em leitura:

Coreia do Norte: Estudante dos EUA confessa "crime" contra o regime

Tamanho do texto Aa Aa

O estudante norte-americano detido na Coreia do Norte em janeiro foi presente a tribunal, para uma confissão pública do seu crime, frente às câmaras de televisão.

Acusado de conspirar contra o regime, Otto Frederick Warmbier, de 21 anos, confessou ter roubado um cartaz de propaganda durante a sua estada num hotel de Pyongyang.

“Percebo a gravidade do meu crime e não sei que tipo de pena enfrento, mas suplico ao povo e ao governo coreano para que me perdoem. E rezo aos céus para que possa regressar a casa, para junto da minha família”.

O estudante afirmou ainda ter roubado o cartaz, a pedido de um responsável da igreja Metodista, em troca de um carro em segunda mão e de 200 mil dólares, caso fosse detido.

A detenção surge num momento de alta tensão, após os recente testes de uma bomba H e de um novo satélite norte-coreano e quando Washington tenta aplicar novas sanções ao regime comunista.