Última hora

Última hora

Russos e britânicos deixam tensão política de lado e trocam obras de arte

Em leitura:

Russos e britânicos deixam tensão política de lado e trocam obras de arte

Tamanho do texto Aa Aa

Londres e Moscovo lançaram uma parceria para organizar uma exposição de retratos de grandes artistas. Apesar das tensões políticas, a Rússia e o

Londres e Moscovo lançaram uma parceria para organizar uma exposição de retratos de grandes artistas. Apesar das tensões políticas, a Rússia e o Reino Unido vão trocar um enorme espólio de obras valiosas. A mostra resulta da colaboração entre a National Portrait Gallery de Londres e a Galeria Tretyakov de Moscovo.

Point of view

Há uma grande tensão política, mas, a nível cultural, existem grandes oportunidades de colaboração.

“Esta exposição é uma parceria que visa mostrar a especificidade, a criatividade e a orginalidade dos pintores russos. Apesar de vivermos um período difícil, os dois museus têm mostrado uma enorme vontade de estabelecer contactos e colaborar um com o outro”, afirmou Zelfira Tregulova, diretora da Galeria Estatal Tretyakov de Moscovo.

26 pinturas russas deverão chegar a Londres, entre elas os retratos de Modest Mussorgsky, Anton Tchékhov e Fiodor Dostoievski. Entre as obras emprestadas pela National Portrait Gallery consta um retrato da Rainha Isabel, do século XVI, e um retrato de Shakespeare, do século XVII.

“Há uma grande tensão política, mas, a nível cultural penso que existem grandes oportunidades de colaboração. Estão previstas outras exposições, em Londres, no próximo ano. Isso mostra que os museus russos têm planos ambiciosos de colaboração com as instituições britânicas”, frisou Rosalind Blakesley, especialista em arte russa da Universidade de Cambridge.

A exposição da National Portrait Gallery em Londres pode ser visitada a partir de 16 de março até 26 de junho de 2016.