Última hora

Última hora

Japão: equipas de resgate em contrarrelógio para encontrar sobreviventes

Cerca de 30 mil elementos das equipas de resgate continuam à procura de sobreviventes entre os escombros deixados pelos fortes terramotos que

Em leitura:

Japão: equipas de resgate em contrarrelógio para encontrar sobreviventes

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 30 mil elementos das equipas de resgate continuam à procura de sobreviventes entre os escombros deixados pelos fortes terramotos que atingiram a ilha de Kyushu, no sul do Japão.

De acordo com o Governo de Kumamoto há nove pessoas desaparecidas, mas a esperança de encontrar sobreviventes é praticamente nula. Estão confirmadas 42 mortes.

Mais de 200 mil pessoas têm passado os seus dias e as suas noites em centros de acolhimento.

Os voluntários esforçam-se por fazer chegar bens de primeira necessidade a quem ficou sem nada. A comida escasseia, uma vez que as estradas foram cortadas por derrocadas.

A base militar dos Estados Unidos em Okinawa enviou ajuda para as vítimas da catástrofe natural.

Os terramotos tiveram também um forte impacto na economia local, afetando o turismo e a indústria. Os trabalhadores de uma empresa que abastece a Toyota reuniram-se esta segunda-feira na fábrica para reparar os danos causados pelos abalos que ultrapassaram a barreira dos 7 graus na escala de Richter.

O facto de esta área industrial do Japão ter sido afetada fez-se sentir também na bolsa de valores, que caiu mais de 3% esta segunda-feira.